Hoje, no café da manhã, o papo familiar foi sobre o futuro. Os meus filhos me inspiraram a escrever essa lista (muito particular, diga-se de passagem):

– Tem que saber ler e escrever bem,
– Acredite na autoajuda de fazê-lo estudar e aprender sem atalhos, a outra autoajuda, que diz que o segredo de tudo é você, é somente bomba ninja, não vale muito porque é obvio,
– Não conte com aposentadoria do estado,
– Qualquer coisa que for fazer tem que ter viabilidade (econômica, social, pessoal),
– Use essas novas palavras de negócios (neologismos), mas, acreditem, todos os conceitos que elas representam já existem desde sempre (se não pergunte pro jovem empreendedor Colombo, quem teve que usar um bom pitch para convencer uns anjos de investimento espanhóis para viabilizar sua startup navegadora). 
– Não se iluda com esse mundo “novo”, não há nada novo a não ser a velocidade como as coisas acontecem e de como a tecnologia muda violentamente,
– Não acredite nesse papo de que todo tempo passado foi melhor, quem disse isso eram seres humanos que viviam até os 60 anos e morriam de gripe,
– Nunca viva a vida de ninguém, não tem dinheiro do mundo que pague isso. Viva a sua vida que já é muita coisa para administrar,
– Seja solidário, mesmo que não receba retornos pecuniários por isso. Há outros retornos que valem mais do que isso,
– Fuja do juros do cartão de crédito, fuja do analfabetismo financeiro, 
– Nada é de graça nessa vida, nem os aplicativos free, nem o amor dos seus pais,
– Acredite no que quiser, mas não zombe do credo alheio, inclusive de quem acredita que a terra é plana.
– Trabalhe num lugar onde, olhando para direita, e olhando para a esquerda, tenha muitos motivos para continuar trabalhando ai.
– Esqueça esse papo de virar Steve Jobs ou Bill Gates, isso é narrativa Disney de negócios. Veja até onde possa chegar.
– Melhor do que ouvir palestrante motivacional, num auditório com ar condicionado, cafezinho e salgadinhos, vá para Machu Picchu, subir montanhas a 5.200 metros sobre o nível do mar e fale de motivação para você mesmo.
– Coloque caos (entropia) sempre na sua vida, só assim para evoluir e desenvolver.
– Idealize soluções não convencionais, pense sempre ao contrário do que a maioria. Se não der certo, siga o resto.
– Estude ciência base, não caia na tentação de ler somente as três linhas que o Google dá como resultado a uma pesquisa,
– Ouça todos os tipos de música, leia todos os tipos de literatura, sem preconceito.
– Saiba procurar, tratar e apresentar dados, será fundamental para sua profissão.
– Crie lhamas, mas nunca expectativas com ninguém (uma grande amiga me disse isso, mas com unicórnios, preferi colocar lhamas).

(Continuará…)

Recomendações de como (triunfar), (se dar bem), sobreviver no mercado de trabalho futuro para os (jovens) meus filhos.
Tags: